Ads Top

Com os olhos fixados no horizonte,
a mente dispersa, 
lágrimas rolavam na minha face,
sem que eu as conseguisse controlar.
Lá fora a chuva caia fortemente, 
ouvia se ela bater contra o telhado, 
os trovões e os relâmpagos a rasgarem o céu 
em um barulho ensurdecedor. 
meu coração acelera com a incrível atracão 
da natureza que me amedronta e me fascina, 
e ao mesmo tempo me envolve com a sua força e beleza. 
O vento que parece perdido soprando em várias direções, 
o baloiçar das árvores que balançam loucas 
como os meus pensamentos perdidos naquele temporal, 
onde o dia parece noite, e todos se escondem 
e se protegem de tamanha fúria, 
diferente das tempestades fracas de verão 
que só apetece tomar banho e brincar na chuva. 
De repente a chuva se acalma, 
e ouço apenas o barulho dos pingos 
que caem das árvores e da casa, 
e com ela cessa também o meu choro de emoção, 
como se de uma belíssima peça teatral se tratasse, 
meu coração se acalma, 
sinto um sorriso sereno no canto da boca, 
em um estado de encantamento. 
As nuvens se abrem lentamente clareando o dia, 
apontando os primeiros raios de sol, 
começando assim um novo espetáculo. 

Sem comentários:

http://www.pocahontascomestilo.com/ não se responsabiliza por danos, prejuízos, mau uso ou qualquer. Com tecnologia do Blogger.