Ads Top


Estava com os pensamentos longe, 
completamente distraída,
pensava em tudo, mas não pensava em nada, 
quando aquela canção começou a tocar na rádio 
e absorve me completamente, 
senti na pele um arrepio, uma sensação de bem estar, 
fez lembrar me da minha infância, 
dos cheiros dos acepipes da minha avó, 
o barulho do riacho, que corria próximo a casa, 
a família reunida em volta da mesa para as refeições, 
e as conversas intermináveis de madrugada com os primos, 
as brincadeiras, os namoricos... 
pela manhã, acordar com o som da minha avó 
a chamar pelas galinhas 
e o barulho do milho a se espalhar pelo chão, 
levantávamos sempre bem dispostos, para ver aquela confusão,
alimentar os porcos, tirar o leite das vacas, 
cheguei a sentir o cheiro do campo a entranhar se
numa profunda respiração de saudades,
tempos que já lá foram 
e se tornaram tão importantes e preciosos, 
estes pequenos momentos que o dinheiro 
não pode comprar, não pode mandar buscar, 
e que marcam a nossa vida, 
onde uma singela música trás nos sensações que nos faz levitar, 
para mim a melhor das meditações, 
a música acaba, entro em um suspense momentâneo, 
e volto ao presente, dando mais importância
aos detalhes que me rodeia, 
para no futuro também serem lembradas 
com a mesma intensidade, 
com uma sede, uma fome de viver e absorver
tudo de bom dessa vida, 
porque hoje é o amanhã, que iremos recordar.


Sem comentários:

http://www.pocahontascomestilo.com/ não se responsabiliza por danos, prejuízos, mau uso ou qualquer. Com tecnologia do Blogger.